Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

GAMER AÇORIANO

Sou um fanático, amante da indústria dos videojogos desde criança e um fã incondicional do exclusivo Xbox, Halo.

PREDATORS – O FILME

21.12.10 | Nelson Roque

 

Antes de avançar com apreciações, Predators (Predadores, em português) foi produzido por Robert Rodrigues. Não vou entrar em muitos detalhes com o filme e com os actores para não tirar a piada depois quando forem assistir a este.

 

Os actores são:

  • Adrien Brody, um mercenário chamado Royce.
  • Laurence Fishburne, um sobrevivente chamado Noland.
  • Topher Grace, o médico tratado por Edwin.
  • Alice Braga encara Isabelle, um soldado da FDI (Força da Defesa de Israel).
  • Danny Trejo encara Cuchilo, era um bandido antes de cair no planeta.
  • Derek Mears é um predador, participou no Predator e na sequela.

Há muito tempo que não via um filme sobre estes monstros extraterrestres. O último que tinha assistido foi o Alien vs. Predator. Julgando que ia ser mais um filme como tantos outros, este surpreendeu-me pela positiva. Não inova em qualquer aspecto mas é realmente um bom filme que recomendo a assistirem num fim-de semana á noite.


História/Personagens: Antes do lançamento, os trailers davam-me impressão que a história fosse igual ao primeiro filme (Predator), que se desenrola numa selva. Não estava enganado, basicamente a história é a mesma só que foi mais explorada mas não tanto como devia ter sido.


Fui surpreendido com este filme, tem diferentes personagens, tanto pelo lado dos sobreviventes como pelo lado dos predadores. Tive que ver duas vezes para ser respondido aos meus desentendimentos para com o enredo e as personagens. É aqui que Predators podia estar melhor, o argumento por vezes é confuso. Isso vê-se perfeitamente nos personagens, este filme tinha toda a obrigação de ter umas personagens mais aprofundadas e uma história mais estimulante.

 

Antes de continuar com a sua leitura aconselho a adicionar-me no Facebook para ficar a par de todas as novidades do blog.

 

Por exemplo, estou aqui sentado a escrever este texto, se caio da cadeira e entro num buraco e vou cair no meio do nada com mais duas pessoas. Ia juntar-me a estas pessoas para a margem de eu sobreviver ser maior mas a minha reacção ia ser uma mistura de dúvidas, medo, incerteza e desconfiança com essas duas pessoas. Não ia reagir como se já tivesse visto essas pessoas várias vezes.


Portanto, as personagens são desconhecidas umas das outras mas parecem que se já tivessem visto e falado. Eu gostava de dar alguns exemplos do filme mas vou evitar isso… No que toca às personagens, é apenas este defeito que podia estar melhor. Este filme prova que terá uma continuação, espero que algumas cenas deste sejam explicadas.


Efeitos Visuais/Sonoros: Predators não é um Avatar mas o que faz, faz bem. Com todos os efeitos visuais bem retratados, não tenho nada a apontar. No que toca ao som, quero dar um “+” à equipa sonora pela música de fundo e pelo som (grunhidos) produzido pelos predadores.


Conclusão/Pontuação: Este filme é tudo o que os fãs esperavam num novo Predador, só que o argumento não é dos melhores em certas partes. Com bons efeitos visuais, sonoros, uma história com novos elementos faz deste filme uma boa escolha para logo à noite. Um 17 (de 0 a 20) é o suficiente para esta película. Para terminar este artigo em grande deixo o trailer em alta definição.


Até já.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.